terça-feira, outubro 23, 2007

e o mundo quer mais:

Uma vez eu ouvi a Joyce Meyer dizer que as pessoas não podem ver na essência, o que está em meu coração. Elas só podem ver e ouvir as coisas que eu faço e digo. Isso nos leva a pensar a suma importância que a maneira com que eu me comporto tem para o mundo de hoje. Dizer ser cristão hoje em dia é relativamente fácil. Tem um monte de gente fazendo isso e envergonhando o evangelho.
Por essa razão, o clamor hoje é por cristãos autênticos que tenham a Palavra de Deus como seu Manual de Sobrevivência, como base para tudo que eles são, pensam e fazem. Quando começamos a viver pela Palavra de Deus, e não pelos nossos achismos, começamos a definir e a representar para esse mundo o que significa ser cristão na essência. Creio que deveria ser o alvo de todo cristão agir tão somente segundo a vontade de nosso Senhor.
O mundo hoje não precisa de músicas novas, livros novos, camiseta, adesivos de carro ou filmes que falem de Jesus. Elas estão clamando por um cristão de verdade lá no trabalho, na escola, faculdade, nos lugares e nas situações onde um cristão verdadeiramente se prova como tal.
É só por isso que eles clamam.

4 comentários:

Taty disse...

Precisamos ser filhos de Aba de verdade. E, por falar em verdade, tem coisas nova sobre isto lá no breguenaits. Vai lá!
Valeu pelo texto aqui, bom demais.

May s2 dORI disse...

É verdade dizer que somos cristãos é fácil,mas temos que demosntrar isso com os nossos atos,temos que pedir discernimento a Deus,e vigiarmos pq no mundo existem muitas tentações.
Bjnhos lindo texto
Fica com Deus
=I

Gabriella disse...

Olá Catarina, amei o teu blog!!!
Gostei mais ainda de vc ter achado o Sopa de Jilo*, fique a vontade, viu?!
DEPOIS leio o Rm 12:2 com mais calma, tá?!
Um beijo, fique na paz!
gaby

Rosana. disse...

ahahaha mt bom, nossa amiga Joyce Mayer!

ahuaha...

adorei o visual novo do blog!
noss...
ficou demaaaais!