quarta-feira, abril 02, 2008

....Analogy....



Quando uma criança brasileira se muda de estado, ela entra em contato com uma nova variedade da língua portuguesa. Ela começa a adquirir novas maneiras de produzir as palavras, aprende novas gírias, ou seja, ela adequa o seu falar ao falar daquela região. Mas como é que isso acontece? Será que essa criança intencionalmente resolve imitar os "s", "r" ou "tu", essas coisas? É certo que não. Ela passa a falar diferente simplesmente por ouvir essa nova variante o tempo todo, e ainda, por não ser resistente a mudanças.
E daí?
Daí que quero ser como uma criança, ouvindo sempre o Pai falar, me desarmar dos meus preconceitos e resistências, e aprender o dialeto Dele. Que de tanto ouvi-Lo, o meu falar indique de onde eu venho. Assim como um mineiro se denuncia pelo falar, que a minha cidadania celestial fique estampada quando eu abrir a minha boca.

5 comentários:

Rosana Steimbach disse...

uaaauuuhh mt bom, eu tb quero, falar assim como Ele fala, e só dizer quando ouço ele falar, assim tem mais efeito! bjus lida, saudades de vc... fala para a cris entrar em contato comigo...bjus!

Kessia disse...

caramba! q analogia legal!!

adorei =)

bjão ;*

Dumuro disse...

SECURITY CENTER: See Please Here

Gabriella disse...

Arrasô!!!

Caramba que saudades!

Olha, vc tem razão!
É engraçado quendo viajamos para outra cidade. Voltamos totalmente com novos sotaques, gestos e manias...
Vai entender...

Beijão, moça!

May Sent's disse...

Caraca muito boa essa postagem...
tbm quero falar o dialeto celestial.
Bjinhos Maninha
Fica com o Rei dos reis!!